Lê aí...
Brasil, Política

Alô? Quem? Filha? Calma! Não chora! Quanto?


Pois é, minha gente. Quem nunca recebeu ou conhece quem tenha recebido esse tipo de ligação? Esse golpe, além de baixo e deprimente, é muito comum.

A vítima da vez foi o nosso vice-presidente José Alencar. Ele diz que acreditava estar ouvindo a voz da filha e chegou a ouvir do bandido o pedido de resgate no valor de R$ 50 mil.

Felizmente, após ligação de uma assessora de Alencar, ficou comprovada a tentativa de extorsão e estava tudo bem com a filha do vice-presidente.

O que não dá pra entender é o que disse o William Bonner, no Jornal Nacional de hoje: que a orientação para esses casos é desligar o telefone e procurar uma delegacia.

Nada disso, “Will”!

“Papudimaluco” recomenda que, numa situação dessa, o maluconauta deve fazer uma pergunta para quem finge ser o sequestrado. Neste caso, algo que só o seu parente saiba responder. Daí, ao não receber resposta e saber que não deve se tratar de um fato verídico, devemos desligar o telefone e ligar para o parente. Provavelmente, ele atenderá. Caso ele não atenda, aí sim iniciar procura (ligar para amigos, para o trabalho da pessoa e até procurar uma delegacia).

A polícia segue a mesma linha, pois pede que as vítimas do golpe do sequestro desliguem o telefone ao receber as ameaças e telefonem imediatamente para o parente que teria sido sequestrado para checar se está tudo bem, antes de ligar para a polícia.

A polícia tem mesmo é que prender quem leva os celulares para dentro dos presídios. É ali que nascem esses golpes.

É Papudimaluco !!!!

Anúncios

Sobre Gabriel Carqueijo

Contador, 29 anos, Flamenguista e Portelense, pai, marido, filho, irmão e amigo.

Discussão

Um comentário sobre “Alô? Quem? Filha? Calma! Não chora! Quanto?

  1. É isso aí, ninguem está imune aos ataques dos malandros (policia ou bandido, ou os dois são a mesma coisa?)
    Eu concordo que antes de desligar, temos que ter uma maneira de saber se realmente aquilo q está acontecendo é verdade ou não. Qnd fui assaltada precisei ligar a cobrar para o meu pai, mas meu desespero era tão grande que não me identificava…até meu pai acreditar q era eu de fato, ele desligou umas três vezes…é o preço que pagamos por viver nessa joça…ops país!

    Publicado por Li. | 28/04/2010, 12:46 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Comentários da galera:

Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
A fuga – Carta… em IAPI da Penha
Bonecas de soldados… em IAPI da Penha
sonia em IAPI da Penha
marilene oliveira em IAPI da Penha
Helio Serra em IAPI da Penha

É Papuditwitter !!!!

%d blogueiros gostam disto: