Lê aí...
Papudicopa

PAPUDICOPA: Você sabia?


O Papudicopa de hoje traz algumas das maiores curiosidades das Copas do Mundo. Você sabia dessas?

Homenagem aos anfitriões

Em 1930, a seleção boliviana antes do jogo contra o Uruguai, decidiu homenagear os donos da casa com os dizeres “Viva Uruguay” escrito com uma letra na camisa de cada jogador. O que não se esperava era que um dos jogadores teria uma indiposição gastro-intestinal e não entraria em campo. O jogador ausente vestia a camisa do 3º “U”. Mas eles decidiram tirar a foto assim mesmo. E o resultado foi um “Viva Uru gay”!

Gol descalço

Em 1938, Brasil e Polônia se enfrentaram debaixo de chuva torrencial. Leônidas da Silva se cansou do barro e, para diminuir o peso nos pés, tirou as chuteiras. O brasileiro queria seguir descalço, mas o árbitro o impediu. Momentos depois, Leônidas perdeu uma das chuteiras no meio da área rival e, com o pé descalço, fez um golaço. Um lance que seria invalidado pelas regras atuais.

Obra do acaso

Em 1958, os dirigentes brasileiros enviaram a lista de jogadores convocados para a FIFA, mas esqueceram de enviar os números. Então, a FIFA escolheu aleatoriamente o número dos jogadores. Coube a um reserva de 17 anos, com apelido de Pelé, a camisa 10. E o número ficou eternizado.

Taça erguida

Após a conquista da Copa de 1958, o capitão brasileiro Bellini recebeu a taça e posou para as fotos. Mas o grande número de fotografos impedia que todos tivessem um bom ângulo. Então, Bellini ergueu a taça sobre a cabeça. Esta foi a primeira vez que alguém fez este gesto que hoje é o símbolo da conquista de um título.

Bandeira amigo

Na semi-final da Copa de 1962, Garrincha foi expulso na vitória do Brasil sobre o Chile por 4 a 2. Seu julgamento seria no dia seguinte, mas o bandeirinha uruguaio Esteban Marino, muito amigo dos brasileiros, viajou de volta para seu país levando a súmula do jogo. O Mané foi absolvido por falta de provas.

O surgimento dos cartões

Em 1966, o argentino Rattin, capitão do time, pediu a presença de um intérprete na partida contra a Inglaterra, já que o árbitro só falava em inglês. O árbitro entendeu como indisciplina e expulsou o jogador. Após a repercussão do fato, a FIFA adotou o uso dos cartões amarelo e vermelho para criar uma linguagem universal e resolver o problema de idiomas da Torre de Babel do futebol. 

Quebra de tabu

Ao marcar o primeiro gol e se sagrar campeão em 1970 contra a Itália, o Brasil quebrou um tabu curioso das finais de Copa do Mundo. Desde 1950, o time que abria o placar na final levava a virada. As vítimas do tabu foram o próprio Brasil (1950, contra o Uruguai), a Hungria (1954, contra a Alemanha), a Suécia (1958, contra o Brasil), a Tchecoslováquia (1962, contra o Brasil) e a Alemanha (1966, contra a Inglaterra).

Me dá aqui de volta

Em 1974, o Zaire, atual República Democrática do Congo, se classificou para Copa por vencer a Copa Africana de Nações. Animado com o feito, o autoritário e ditatorial governo local premiou cada atleta com uma casa e um automóvel. Mas após a péssima campanha na Copa, onde não conseguiu nenhum ponto em um grupo que tinha Brasil, Iugoslávia e Escócia, o governo confiscou os prêmios dados aos atletas anteriormente.

Sheik em campo

No jogo entre Kuwait e França pela Copa de 1982, o príncipe Fahad Al-Sabah invadiu o campo por achar que o árbitro tinha dado um gol ilegal dos franceses, quando o jogo já estava 3 a 1 para França. Os jogadores alegaram que pararam porque ouviram um apito, que teria vindo da arquibancada. O árbitro soviético Miroslav Stupar voltou atrás e anulou o gol. Mas não adiantou muita coisa. A França venceu por 4 a 1 e o Kuwait foi eliminado.

2 curiosidades num jogo só

Em 1990, a semi-final entre Argentina e Itália aconteceu em Nápoles, cidade onde Maradona atuava pelo Napoli e era um grande ídolo. Maradona tentou puxar a torcida da cidade para a Argentina, afirmando que o resto da Itália tinha preconceito contra essa cidade e que a considerava o Norte da África. Porém, a estratégia de Maradona não deu certo. Nápoles apoiou incondicionalmente a seleção da Itália. No estádio a faixa: “Maradona você está em nosso coração, mas Itália é nosso coro”.

Neste mesmo jogo, ao final do primeiro tempo da prorrogação, o juiz deu 8 minutos de acréscimo. O motivo? Segundo o árbitro, ele esqueceu de olhar o relógio.

3 cartões amarelos

Em 2006, no jogo entre Croácia e Austrália, o árbitro inglês Graham Poll só expulsou o croata Simunic após mostrar o terceiro cartão amarelo para o jogador. O erro custou-lhe uma geladeira para o resto da Copa.

É Papudicopa!!!!

—————————-

Faltam 20 dias para a Copa do Mundo

Anúncios

Discussão

6 comentários sobre “PAPUDICOPA: Você sabia?

  1. Muito maneiro.

    Destaco os Deuses do Futebol fazendo questão de dar a 10 ao Pelé, desde cedo… rs.

    E o Maradona? Dieguito sempre aprontando…

    Publicado por gabricarqueijo | 23/05/2010, 9:23 am
  2. Qual foi o único jogador a marcar gol em todos os jogos de uma Copa? Essa é fácil. Dica: foi um brasileiro

    Publicado por Magrão | 23/05/2010, 12:44 pm
    • Essa é fácil mesmo, Magrão. Mas vou deixar pra galera aí responder. Só vou dar mais uma dica para confundir a galera: tinha um apelido que representa uma força da natureza.

      rsrsrs

      p.s.: Magrão, o Papudicopa ainda vai trazer um post com estas estatísticas. Quem é o único que marcou gols em todos os jogos de uma Copa? Quem é o maior artilheiro da história das Copas? Quem é o maior artilheiro de uma única edição de Copa? e por aí vai… aguardem!

      Publicado por leonogueira | 23/05/2010, 5:09 pm
  3. Muito Bom esse post meu poeta!

    Publicado por Gustavo | 25/05/2010, 9:07 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Comentários da galera:

André Luiz em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
A fuga – Carta… em IAPI da Penha
Bonecas de soldados… em IAPI da Penha
sonia em IAPI da Penha
marilene oliveira em IAPI da Penha

É Papuditwitter !!!!

%d blogueiros gostam disto: