Lê aí...
Papudicopa

PAPUDICOPA: E começou o “pega pra capar”


França apresenta futebol feio e volta para casa mais cedo. (foto: Reuters)

Pra quem andava reclamando de emoções na copa agora não pode mais. Ok, mata-mata só começa sábado, porém começaram as eliminações e agora muita gente vai ter que arriscar se quiser continuar na copa, e torceremos pra mais gols. Nessa terça o Uruguai confirmou a boa fase, um favorito disse Au revoir, o anfitrião disse adeus, Argentina continua 100% e nenhum europeu se classificou.

– MÉXICO 0x1 URUGUAI
 
Equilíbrio. Essa é a grande característica dessa seleção. A equipe montada por Oscar Tabarez é de uma segurança impressionante e não tomou nenhum gol nos três primeiros jogos. A função de cada um está muito bem definida e nem o desfalque de Godin, destaque nos dois primeiros jogos, fez falta ao time. Além de uma zaga sólida, o ataque também impõe respeito. A dupla Suarez e Cavani casou muito bem. Mas, fundamental mesmo é Forlan. Com o recuo do atacante para a armação, o time deu um salto enorme de qualidade. Forlan é muito acima da média e pode desequilibrar no mata-mata. O México queria a vitória para não encontrar a Argentina nas oitavas de final, mas não conseguiu. O time de Javier Aguirre encontrou muitas dificuldades para furar o bloqueio adversário e em raras chances levou perigo ao gol de Muslera. O desfalque de Vela e a participação do gordinho Blanco deixaram o time mais lento e com um ataque mais frágil.
 
– FRANÇA 1×2 ÁFRICA DO SUL
 
Quando Mphela fez 2 a 0 para a África do Sul, o sonho, que parecia mera ilusão, passou a ser realidade. O estádio Free State virou um caldeirão verde-amarelo, que comoveu até os mais céticos de que uma vitória por 4 a 0 era possível. O resultado só não veio porque o time de Parreira foi ineficiente na finalização. Chances de gol foram várias, mas o time pecou pela inexperiência em um torneio tão importante como é a Copa. A classificação não veio, mas a participação foi louvável. Prova disso foi o aplauso dos 39.415 torcedores presentes, ao final do jogo. Apesar de ter sido a primeira vez que o país sede não avança para às oitavas de final, a África do Sul termina a competição com a cabeça erguida. Já a França… Essa termina a competição da pior forma possível. A atual vice-campeã Mundial sai logo na primeira fase, com erros na convocação, escalação e até na escolha do técnico. Domenech é um caso à parte em meio a tantas lambanças. O técnico foi um fiasco e os problemas que cercaram a equipe nesta Copa colocam em xeque a importância dele em 2006.
 
– COREIA DO SUL 2×2 NIGÉRIA

Nigéria e Coreia do Sul protagonizaram uma partida eletrizantre. Viradas, empates, quebras de expectativa e tudo que esperamos de um bom jogo de Copa do Mundo. No final, os asiáticos foram os que mais comemoram o empate em 2 a 2. Em um grupo nivelado por baixo – fora a Argentina, claro, a Nigéria  foi uma seleção desorganizada e que se caracterizou por erros individuais.  O gol perdido pelo bom Yakubu foi um dos mais bizarros da história. Fora as milhares de outras chances desperdiçadas. Sem esquecer, claro, de mais uma falha de Enyeama, no segundo gol.
Por outro lado, a obediência tática da seleção sul-coreana foi surpreendente. Tirando a goleada sofrida contra a Argentina, quando deram espaço a Messi e companhia, a Coreia soube enfrentar muito bem seus adversários. Venceram com facilidade a Grécia na estreia e poderiam ter vencido a Nigéria se ousassem mais. A liderança de Park Ji Sung e a habilidade de Park Chu-Young são pontos positivos da seleção de Huh Jung-Moo.
 
– GRÉCIA 0x2 ARGENTINA

É incrível como brilha a estrela de Martin Palermo, maior artilheiro da história do Boca Juniors, o atacante precisou de apenas 10 minutos em Copas do Mundo para deixar sua marca. O placar apontava 1 a 0 Argentina, gol do fraco Demichelis, quando Messi, desesperado para marcar, fez bela jogada e rematou com força. No rebote de Tzorvas, Palermo estava no lugar certo para fechar o placar: 2 a 0 e Argentina primeira classificada com 100% de aproveitamento. Messi, apesar de ainda não ter marcado, vem chamando a responsabilidade e fazendo ótimas atuações. Maradona – ou seus auxiliares – conseguiu dar um padrão tático para sua equipe, com direito a jogadas ensaiadas bem executadas. A defesa é a única dúvida ainda viva. Será que conseguiria resistir a um ataque mais poderoso?

Por Gustavo

Anúncios

Discussão

3 comentários sobre “PAPUDICOPA: E começou o “pega pra capar”

  1. e os sulamericanos seguem invictos na competição!
    Será que teremos 4 sulamericanos nas semi-finais?
    arrisco um palpite:
    Brasil X Uruguai
    Argentina X Paraguai
    final:
    Brasil X Argentina

    Dei o papo

    Publicado por Magrão | 24/06/2010, 11:16 pm
  2. Paraguai? Ousado hein Magrão!

    Publicado por Gustavo | 26/06/2010, 11:57 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Comentários da galera:

Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
Gilberto rua 18 em IAPI da Penha
A fuga – Carta… em IAPI da Penha
Bonecas de soldados… em IAPI da Penha
sonia em IAPI da Penha
marilene oliveira em IAPI da Penha
Helio Serra em IAPI da Penha

É Papuditwitter !!!!

%d blogueiros gostam disto: