Lê aí...
Brasil, Comportamento, Opinião, Rio de Janeiro

Tragédia em Escola de Realengo


Menino chega ao Hospital Albert Schweitzer, baleado na cabeça (Globo.com)

Um sujeito de 24 anos que, após ser baleado na perna por um policial, ao que tudo indica, cometeu um suicídio é o autor desse crime que choca a comunidade internacional.

Ele entrou na escola portando dois revólveres calibres 38 e com bastante munição e iniciou vários disparos na direção dos alunos.

Detalhe: Dos 11 mortos, 10 são meninas. Das 13 crianças feridas, mais 10 menininhas de 12 a 14 anos. Na carta que o assassino suicida deixou, alguns trechos chamam a atenção. Ele começa a dizer que é virgem, diz também que não é qualquer um que tem a pureza necessária para encostar no corpo dele. O atirador menciona “Deus” e pede que “um fiel seguidor de Deus” ore diante de sua sepultura.

É bem provável que o assassino sofria de algum transtorno. E é claro que o governo não oferece tratamento para pessoas que sofrem com doenças mentais. Dependentes Químicos, Portadores de HIV e outros também não recebem nenhuma assistência do Estado.

Fiquei muito triste e sensibilizado coma  notícia. Acompanhei toda a cobertura desde 8 e meia da manhã, na TV da sala de espera de uma clínica, enquanto aguardava atendimento. Não parei de pensar nas crianças aqui de casa, na minha família e com os rumos da humanidade.

As coisas estão mudando, pessoal. É hora de admitirmos que a humanidade passa por uma crise de valores, de solidariedade, de tudo.

Não deveria ser cada vez mais comum assistirmos a essas cenas. Uma moça que via TV ao meu lado dizia: “Meu Deus!!! Um crime americano em plena cidade do Rio de Janeiro.”

Não se trata de geografia, situação econômica, educação ou coisa parecida. O Mundo precisa de mais amor, de igualdade, de sensibilidade, de menos arrogância e interesses individuais. Iguais a esse moleque aí de Realengo, existem vários por aí. Do seu lado, tem gente morrendo de fome, tem gente precisando de um sorriso, tem criança morrendo de bobeira, tem velhinho desamparado…

É maior papo cabeça, mas se cada um fizesse a sua parte, teríamos um mundo bem melhor. Chegou a hora de pensarmos nisso. Chega de desgraça!

—————

Por Gabriel

Sobre Gabriel Carqueijo

Contador, 29 anos, Flamenguista e Portelense, pai, marido, filho, irmão e amigo.

Discussão

8 comentários sobre “Tragédia em Escola de Realengo

  1. Triste!!! Estou chocada com isso tudo!

    Fiquei imaginando a minha sala de aula sendo invadida por esse louco! Que horror! Crianças tão novas e indefesas!!

    Meu coração esta partido!

    Publicado por Viviane | 08/04/2011, 8:45 am
  2. é mto triste mesmo! mas o q me preocupa é a quantidade de merda q estão falando por ai…

    1) proibição da venda de armas não resolve este tipo de problema. As armas dos criminosos são ilegais.

    2) é preciso sim ter porteiro nas escolas, mas nesse caso, também não resolveria o problema, o cara era ex-aluno e foi pedir seu histórico escolar na biblioteca. A mochila dele ia ser aberta? Duvido muito.

    Publicado por leonogueira | 08/04/2011, 9:30 am
  3. Verdade! E a cobertura da mídia, mais uma vez e lembrando o episódio do Alemão, é triste.

    Exploram o sofrimento das famílias, dão espaço para governador, prefeito e secretários e não focam o X da questão.

    Esse papo de que o cara não deveria ter entrado na escola é balela. Hoje ouvi, ao vivo na Rede Globo, um elogio ao sistema de Saúde, que atendeu muito bem os feridos… Me poupe!

    Ah! E a foto, dessa vez, foi pra chocar.

    É Papudimaluco !!!!

    Publicado por gabricarqueijo | 08/04/2011, 10:04 am
  4. Eles fizeram questão de filmar a mãe dando a notícia ao pai que a filha havia falecido!

    Publicado por Viviane | 08/04/2011, 10:34 am
  5. “Naquele gatilho, tinham mais dedos…”

    Não vou acusar ninguém, culpar ninguém…

    Façamos, um mea-culpa pessoal, por favor!

    Publicado por Gustavo | 08/04/2011, 12:02 pm
  6. Óbvio que as emissoras de tv vão focar o sofrimento das fampilias, pq é isso q dá ibope!

    Agora, vão me desculpar, mas de coitadinho esse cara não tinha nada!

    Fiquei triste de verdade e chorei muito vendo o jornal nacional ontem, pensando realmente que podia ser em qualquer escola, com crianças conhecidas e amadas por nós… Muito triste..

    Publicado por Juliana | 08/04/2011, 2:26 pm
    • pois é… encontrei com um amigo ontem a noite q me disse que a sobrinha do seu colega de trabalho estava entre as crianças assassinadas…

      Publicado por leonogueira | 08/04/2011, 4:34 pm
  7. eu fiquei muito triste quandi li a noticia, sabe quando uma pessoa le uma coisa e fica sem saber o que pensar???? Dizem que o cara teve problemas na infancia com colegas que o humilhavam…. porém isso è besteira, um adulto é capaz de raciocinar…. o cara era psicotico mesmo e o problema é que teve todo o tempo do mundo para alimentar a sua loucura atè dar nisso que deu. Eu acho que em certos casos deveria ser obrigado internar, eu acho que evitaria muita dor no futuro come essa das familias das pobres crianças. Temos que mudar o nosso sistema de saùde urgente…..

    Publicado por Ming Lee | 11/04/2011, 9:10 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Comentários da galera:

Bonecas de soldados… em IAPI da Penha
sonia em IAPI da Penha
marilene oliveira em IAPI da Penha
Helio Serra em IAPI da Penha
Helio Serra em IAPI da Penha
Helio Serra em IAPI da Penha
Salvador em IAPI da Penha
sonia em IAPI da Penha
Salvador (era chamad… em IAPI da Penha
Salvador em IAPI da Penha

É Papuditwitter !!!!

%d blogueiros gostam disto: